Rádio Mensageira da paz

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A Devoção às Gotas de Sangue de Cristo






Revelações às Santas: Matilda, Bridget e Isabel de Hungria

O texto representa uma cópia da carta ditada por Nosso Senhor Jesus Cristo as Santas: Matilda, Bridget e Isabel de Hungria, que pediam a Jesus detalhes sobre sua Paixão antes da crucificação.

Recebe o nome de: "A Oração" e foi encontrada no Santo Sepulcro de Jerusalém no final de 1800.
Guarda-se hoje no Vaticano em uma caixa de prata desde que em 5 de Abril de 1890 em Roma a reconheceu o Papa Leão XIII.

A REVELAÇÃO:

A carta relata as Palavras de Cristo em Sua aparição as Santas.
Seu propósito é: Consagração das Gotas de Sangue que Cristo perdeu em Seu caminho ao Calvário.

"Desci do céu à terra para converter-vos.
Na antiguidade as pessoas eram religiosas e suas colheitas abundantes; no tempo presente, pelo contrário, são escassas. Se quiseres colher com abundância não deveis trabalhar aos Domingos, pois nos Domingos deveis ir a Igreja e rezar para que Deus perdoe vossos pecados.
ELE vos deu seis dias para trabalhar e um para o descanso e a devoção, para oferecer vossa ajuda ao pobre e assistir a Santa MISSA.
As pessoas que disputam contra Minha religião ou lançam calúnias sobre esta Carta Sagrada, serão por Meu amparo abandonadas.
Pelo contrário, aquelas que levem consigo uma cópia desta Carta, se livrarão de morrer por afogamento ou de forma repentina; de morrer de enfermidades contagiosas ou por raio; de morrer sem confissão, se livrarão de seus inimigos e da mão da autoridade injusta, e de todos os seus difamadores e falsos testemunhos.
As mulheres que no tempo de parto se achem em perigo, conservando com elas esta Oração, superarão a dificuldade imediatamente. Nas casas onde se guarde esta Oração nunca ocorrerá nada de mal: e quarenta dias antes da morte de uma pessoa que possua esta Oração, a Santíssima Virgem lhe aparecerá.

AS PROMESSAS:

Assim o disse a São Gregório.

A todo fiel que recite durante 3 anos, cada dia, dois Pai Nossos, duas Ave-Marias e dois Glórias ao Pai, em honra das gotas de sangue que perdi, lhe concederei as cinco graças seguintes:

1.- A indulgência plenária e remissão de seus pecados.
2.- Estará livre das penas do Purgatório.
3.- Se tiver que morrer antes de completar os três anos, para ele será como se os tivesse completado.
4.- A hora de sua morte, será como se houvesse derramado todo seu sangue pela Santa Fé.
5.- Eu mesmo, descenderei do céu para levar sua alma e a de seus familiares, até a quarta geração.


Que se saiba:
O número de soldados armados era de 150; os que Me arrastaram amarrado foram 23.
Os carrascos, 83; os golpes recebidos em Minha cabeça, 150; em Meu estômago, 108; os pontapés em Meus ombros, 80.
Fui, atado, levado arrastado pelo cabelo 24 vezes; cuspiram sobre Meu rosto 180 vezes; fui golpeado 6666 vezes no corpo; 100 vezes na cabeça.
Fui brutalmente empurrado e às 12h em ponto levantado pelos cabelos; espetado com espinhos e arrancaram a barba 23 vezes; recebi 20 feridas na cabeça; (de farpas secas , 72); pontas de espinho em minha cabeça, 110; espinhas mortais na fronte, 3.
Depois fui açoitado e vestido como um rei de burla; as feridas no corpo, 1000.
Os soldados que me levaram ao Calvário foram 608; me olharam 3, e riram de Mim 1008; as gotas de Sangue que perdi foram 28.430." S.S. Papa Leão XIII, Roma, 5 Abril, 1890